3 de julho de 2009

Zeca Baleiro

E pra quem gosta dessa história de slide... rs

O bom é que esse aqui não tem problema se você não mandar pra 10 pessoas!
xD





'E quem puder entender, que escute!

2 de julho de 2009

Ela merece!!

Ontem aconteceu a 20ª edição do Prêmio da Música Brasileira. E o que não faltou por lá foi gente badalada, gente que acha que canta e gente que canta de verdade!

Eu, que sou fã da Paula Toller, por ela ser linda, fofa, poderosa e parecer viver no formol, fiquei satisfeitíssima por ela ter levado o prêmio de melhor cantora de pop/rock.


30 de junho de 2009

Quero lá.. lá.. lá..iá Porque eu tô voltando!

E ao que se deve o ar da minha graça por essas bandas? Um post de reflexão barata e intimista.

Não passava das onze horas da manhã e eu fazia um esforço quase sobrenatural para recordar toda a discussão da aula matinal de hoje. Lasswell é um cara do mal. Acreditem! São teorias, funções, vértices e valores que nem o mais calejado dos professores conseguiria enfiar-nos goela abaixo. "Oh, céus, o que fazer?". Música para relaxar. Uma seleção eclética, pra não enjoar! Põe forró? Não, porque se não dá vontade de dançar e aí desconcentra! Põe Zé Ramalho, pra relembrar o show; e põe Elba e Alceu, porque são bons. Tom, Chico, Fagner (ahhh... eu acho aquela voz de taquara rachada nordestina um charme!) e põe Simone. Simone? É, hoje deu vontade de ouvir...
Toca uma, duas, três... Começa um sambinha. Eu reconheço, sei que é ela. Porque eu gosto tanto dela assim? Nem sou uma grande fã de samba... E nem de Simone. É porque lembra minha mãe em dia de domingo, quando liga o som bem alto, veste o avental, enche uma taça de vinho e começa e cantar enquanto faz o almoço? É porque a letra é gostosa e faz a gente imaginar tudo tintim por tintim? Ou é porque a letra tem todo um contexto histórico que a gente nem imagina? Ah! Sei lá!
E é nisso que eu queria fazer um gancho: uma letra que a gente nem imagina o porquê. Quem escuta acha que é só mais um amor cheio de saudades em seu regresso. Prepare tudo; deixe tudo do jeitinho que gosto; nada pode dar errado; por que eu 'tô voltando... Mas é só dar uma "googada" ( oO ) e ver que o Paulo César Pinheiro e o Maurício Tapajós não estavam só com saudades de suas digníssimas. Era uma saudade maior... Saudade de um lugar, de um povo, de sua gente, do calor, desse clima de raxar a mulêra de qualquer um, do sutaques ( doS sutaques, melhor dizendo), dos amigos, de casa, de um cheiro, de uma afago, da terra natal. Era o fim! O fim de uma época de dor e de saudades, em que tudo era trevas.
O exílio acabou!!!
Prepare tudo que eu 'TÔ VOLTANDO!!!


29 de junho de 2009

Olha o Frevoooo!!!

"Tenha fé no azul que 'tá no frevo, que azul é a cor da alegria do cavalo mambembe sem relevos, do galope de Olinda pra Bahia!!"

Entendeu nada, foi?! rs Se avexe não que a gente resolve. Isso foi só pra introduzir o post de hoje, que vem direto de Olinda e Recife. É que o frevo, esse senhor de 102 anos, merece, sim, muito respeito e consideração. São 102 anos de muita cultura, tradição, coreografias, passistas, fugurino... Coisa que o tempo não mata, que as gerações cultivam e que se transforma!


E é nessa parte -transforma!- que o nosso post começa de verdade! O tradicional é bom, mas não significa que a inovação seja ruim! E é aqui que eu lhes apresento, senhoras e senhores, a Spok Frevo Orquestra. Confundiu? Eu explico!


Em 2001 surge, sob o comando dos grandes saxofonistas Inaldo 'Spok' Albuquerque e Gilberto Pontes, a Spok Frevo Orquestra. Contam com 18 integrantes, feito uma "big band", cheios de vontade para criar novidades harmônicas e melódicas no clássico gênero. Que não esquecem o respeito ao passado e acham novas propostas de futuro. Só pra informar, na Spok Frevo Orquestra todos os músicos são talentosos improvisadores. Isso ai! Está certo que frevo não vive de improviso, mas também não saberia existir sem ele! Com dois anos de formação já se apresentavam no festival na cidade de Nantes, França, e em muitas cidades brasileiras mesmo, incluindo clubes de jazz.

Ao contrário do que acontece em muitos grupos de frevo, na Spok Frevo o importante é o FREVO! Nada de banda escondidinha lá nos fundos com dançarinos saracudiando sombrinhas no primeiro plano. Não é um show pra dançar (mesmo que você morra de vontade! E isso irá acontecer, meu caro.). Você está assistindo à apresentação de uma orquestra, amigo. Comporte-se! Mexa só os pesinhos, feche os olhos e deixe-se levar. É frevo, opa!!! Mas vou abrir o jogo: há uma bailarina sim! Dança que encanta! E é acompanhada por meninos da Escola do Frevo, que não fazem feio!



E não importa como ele seja: coqueiro (puxado pelas notas agudas, acima da pauta, dos trompetes), ventania (pelos saxofones e as nuances do sopro em palheta de madeira) ou abafa (quando a afinação fica de lado e o que vale é fazer sumir o que toca a orquestra do clube rival, ali subindo a rua na direção oposta) - as informações desse parágrafo - até aqui! rs - foram surrupiadas do blog Sobre Música - o que eles querem é levar até o público do Brasil e do mundo o que é o frevo de rua, que lembra o jazz e seu jingado.

Constantemente há participações porretas! Lenine (que quando canta, me encanta!!), Beth Carvalho, Leo Gandelman e cantores regionais como Almir e Kelly são alguns nomes que prestigiaram - ou tiveram ilustre prestigio? oO - a Spok em belíssimos duetos.

Ficou na vontade também? Não se aperreie! Não foi o único! E não.. eu nunca vi ao vivo... AINDA!! Recife que me aguarde, porque um dia eu ainda hei de me acostar por lá! rs

26 de junho de 2009

Eu fiz um videeeeeeeeeeo!!!!

Sabe aqueles vídeozinhos suuuper auto-ajuda, que te dão uma mão na hora de "descobrir" o que é alguma coisa? Pois é! Fiz um terríveeeeeeeeeel sobre o que é o BLUES... O que não se faz por uns pontinhos, hein? rs

Mas estou muito orgulhosa! Pra quem nem sabia que o movie maker JÁ vinha no pc, eu mandei muito bem! =)


video

25 de junho de 2009

Super Achado!

Gente, eu super hiper mega descobri um blog que estou amando acompanhar! É o Can You Read My Mind?, da Caroline, de São Paulo.

E nesses dis ela postou uma música de uma banda que eu nem conhecia, porque não faz meu estilo MESMO! Mas eu acabei gostando de verdade e não paro de ouvir agora. O meu mp4 pede descanso! rs

E eu, como uma boa alma que sou, vou compartilhar a informação. Com vocês, Kings of Lion, com a música Use Somebody.
E eu recomendo o blog dela SEMPRE!
=)

24 de junho de 2009

18 ´till I die!

Que "crescer não é fácil" a gente já sabe. Mais clichê impossível! Mas no fundo, no fundo, a gente beeem sabe que é verdade.

Estágio, faculdade, limpar casa, lavar roupa, se virar... Jésus! Bryan Adms que está certo... 18 ´till I die!